sac

Precisa de ajuda?

Atendimento por Telefone

(21) 99064-7373

Rastrear pedido

Rastrear
0
0
29/04/2024

Confira as principais doenças de pele em cães e saiba como evitá-las!

Olá, aumigos. Como vocês estão? Aqui é o Bob na área. A pauta de hoje é séria e requer a atenção dos papais e mamães de pets. Recentemente, soube que meu amigo Bill, um doguinho bastante peludo, estava sofrendo de dermatite e com diversas falhas na sua pelagem. Até hoje ele está se tratando e esperando que sua pele volte ao normal. Pensando nisso, eu vim alertar os tutores sobre as doenças de pele mais comuns em cães. Por isso, preparei este artigo para vocês.

 

Como evitar essas doenças de pele em cães?

Antes de começar a leitura, queremos alertar sobre a importância de procurar ajuda especializada de um veterinário, pois a partir de um diagnóstico preciso, será mais fácil tratar essas condições. Em alguns casos, o tratamento é feito com shampoos específicos, antibióticos e anti-inflamatórios.

 

Por outro lado, se atentar para uma alimentação balanceada e nutritiva, é uma ótima maneira de cuidar da imunidade do seu pet, evitando algumas das patologias que iremos listar. Agora fique por dentro!

 

Conheça as 7 doenças de pele mais comuns em cães!

 

1- Dermatite

A dermatite está dentre as principais doenças de pele em cães. Essa condição pode atingir seu doguinho por meio de alergia a alguns produtos de banho, infecção bacteriana ou proliferação de fungos na pele. Fique sempre atento!

2- Alopecia canina

A alopecia canina é como uma “calvície” em cães. Essa doença se caracteriza como queda dos pelos e descamação da pele de nossos aumigos. Além disso, ela pode ser causada por estresse, falta de vitaminas e distúrbios neurológicos.

3- Alergia a picadas de parasitas

Dentre as principais doenças de pele em cães temos a dermatite alérgica à picada de ectoparasitas — pulgas e carrapatos (DAPE). Com isso, para tentar aliviar a coceira intensa, os pets costumam morder e arranhar a região, o que pode provocar pequenas lesões na pele. 

4- Seborreia

A seborreia é uma doença gerada pela inflamação no couro cabeludo. Ela se assemelha com as caspas nos seres humanos, e faz com que a produção excessiva de sebo possa ser notada no peitoral, cabeça e nas patas dos doguinhos. Mas fique tranquilo, pois essa condição não gera danos graves ao animalzinho.

5- Sarna

A sarna é uma doença popularmente conhecida por causar coceira excessiva nos cães. Além disso, ela provoca forte odor, falhas na pelagem e lesões no corpinho dos animais. Vale ressaltar que essa doença é originada por ácaros, além de ser altamente contagiosa.

6- Micose canina

Quando o pet está com a imunidade baixa, ele está mais suscetível a ser contaminado pelo fungo Microsporum (link direcionando pra página aleatória), que também pode infectar seres humanos. Dessa forma, seu pet pode apresentar coceiras, lesões avermelhadas espalhadas pelo corpo e falhas na pelagem. Geralmente, essas feridas podem crescer ao longo do tempo. Mas fique tranquilo, pois essa condição pode ser evitada a partir de vacinas, ou tratadas por meio de medicamentos indicados por seu veterinário de confiança.

7- Piodermite

A piodermite é uma infecção bacteriana oriunda de outras doenças de pele em cães que não foram curadas de forma adequada. Ou seja, costuma aparecer em animais que estão com a imunidade baixa. Na maioria dos casos, seus sintomas são coceiras, falhas na pelagem e lesões purulentas. 

Bom, que a saúde da pele dos nossos amiguinhos de quatro patas requer atenção especial, você já sabe. Por isso, é essencial estar atento aos sinais e sintomas das doenças de pele em cães para garantir um tratamento precoce e eficaz. Consultar regularmente um veterinário é crucial para diagnósticos precisos e orientações específicas de cuidado.

Além disso, proporcionar uma dieta equilibrada e nutritiva fortalece a imunidade, ajudando a prevenir muitas das condições mencionadas. Lembre-se, cuidar da pele do seu pet é parte fundamental do seu bem-estar e felicidade. Juntos, podemos manter nossos aumigos saudáveis.